Todos os dias muitas pessoas olham o próprio reflexo no espelho e ficam idealizando o cabelo dos sonhos.

No entanto, há quem ignore que cada tipo de cabelo tem demandas próprias que contribuem para a beleza e saúde dos fios.

Em outras palavras, o que é bom para uma estrutura capilar nem sempre se aplica a outra.

De nada adianta nos informarmos e realizarmos procedimentos que não correspondem com o que realmente precisamos.

Tendo isso em vista, reunimos dicas essenciais para os principais tipos de cabelos: coloridos, loiros, cacheados, ressecados, oleosos, com frizz, finos e lisos.

Acompanhe e você certamente terá mais clareza sobre o que deve ou não fazer no seu caso. Mas outra dica é dar uma olhada no Big Hair funciona.

1. CABELOS FINOS E LISOS

 

Mesmo que o seu objetivo seja acelerar o crescimento do cabelo, no caso dos fios finos e lisos a necessidade de cortes constantes se mostra ainda mais relevante. Isso porque as pontas ficam fragilizadas rapidamente e isso deixa as madeixas ralas e sem vida.

Se você quer volume, invista em cortes mais curtos. Mas se você quiser manter o cabelo liso e baixo, cortes longos serão estratégicos.

Outro detalhe que colabora com a impressão de volume é fazer luzes. A descoloração, quando bem feita, ajuda a encorpar as fibras capilares e dá um efeito de redução da visibilidade do couro cabeludo, o que ajuda a disfarçar falhas.

Por fim, invista em um bom mousse para o cabelo. Esse produto tem justamente o propósito de engrossar e modelar os fios com mais facilidade.

2. CABELOS COM FRIZZ

Quem tem cabelo com frizz precisa focar, antes de mais nada, na lavagem correta dos fios. É na hora do banho que muitas pessoas pecam e deixam as madeixas suscetíveis a danos.

Diminua a frequência das lavagens para 3 a 4 vezes por semana apenas. Isso ajuda a preservar a umectação natural dos fios.

O uso excessivo de shampoo é prejudicial. Concentre a aplicação somente na área do couro cabeludo e enxágue rápido.

Já o condicionador pode ser usado por mais tempo, contudo somente da metade do comprimento às pontinhas.

Além desses cuidados, vale a pena investir em uma boa máscara de tratamento semanal ou quinzenal. Produtos como o leave-in também favorecem o controle dos fios arrepiados.

Por fim, evite fontes de calor recorrentes como a prancha e o baby liss. Esses equipamentos podem até ajudar a alinhar o cabelo momentaneamente, mas tendem a piorar a situação no longo prazo.

3. CABELOS OLEOSOS

Escolha produtos que são desenvolvidos para cabelos oleosos. Eles ajudam a aumentar a sensação de frescor e limpeza.

Quando aplicar o condicionador, jamais use na região do couro cabeludo. Além disso, reduza a quantidade utilizada.

Para aumentar o espaçamento entre as lavagens, invista também em um bom shampoo seco.

Ao aplicar esse tipo de spray na raiz você consegue reduzir a aparência sebosa dos fios oleosos.

Não esqueça, ainda, que os nutrientes também reduzem a oleosidade naturalmente sem que os fios fiquem ressecados.

A vitamina B6 é uma ótima aliada nesses casos.